Eventos

21/04/2019Sexta-Feira da Paixão e Vigília Pascal

Sexta-Feira da Paixão do Senhor

A Sexta-Feira Santa iniciou com a Adoração ao Santíssimo, na Igreja Matriz de Santo Afonso das 08 horas às 12 horas.

A celebração litúrgica que narra e celebra a Paixão e Morte de Cristo aconteceu na Igreja de Santo Agostinho às 16 horas e na Matriz de Santo Afonso às 18 horas, respectivamente, constando de leituras bíblicas, de preces solenes, da adoração da cruz e da comunhão sacramental, um dos momentos mais expressivos e importantes das celebrações do Tríduo Pascal.

Na Sexta-feira Santa acompanhamos a paixão e morte de Jesus na Cruz. Celebramos a paixão do Senhor, fazemos a adoração da cruz. 

Sexta-Feira Santa é o dia em que em todo o mundo, a Igreja não celebra a Eucaristia, porque quando o esposo da Igreja, o noivo está ausente, a Igreja não faz festa, e sim, silêncio, jejum e um profundo momento de oração. 


Vigília Pascal

Paroquianos se reuniram na Igreja de Santo Agostinho na noite de sábado, dia 20/04, para a celebração da Vigília Pascal: a liturgia mais solene da Igreja Católica às 19 horas. O pároco Padre Matias presidiu a celebração.

A celebração lembra a história do povo de Deus e seu processo de salvação, que se inicia na criação do mundo e se concretiza na Ressurreição de Cristo.

A celebração inicia-se em silêncio e com a benção do fogo – fora da igreja – e a consagração do Círio Pascal. 

Após os fiéis puderam acender suas velas na luz do Círio e juntos, escutaram o “Exulte”: canto que narra história do povo de Deus e anuncia a gloriosa ressurreição de Jesus.

As primeiras leituras lembram a criação do mundo, a fuga do povo de Israel da escravidão do Egito e a promessa que Deus firmou em mandar seu filho unigênito para a redenção dos homens. Em sequência a essas leituras foi cantado o hino de louvor, que anuncia, definitivamente, a ressurreição de Cristo. Em sequência ainda foi feita uma leitura, agora do novo testamento, e a proclamação do Evangelho.

Na homilia da vigília, Padre Matias lembrou aos fiéis a importância de permanecer próximo de Deus. O celebrante afirmou que a luz de Cristo Ressuscitado sempre brilhará para aqueles que vivem verdadeiramente o seu batismo.

Após a homilia, os fiéis acompanharam o rito de bênção da água e fizeram, juntos, suas renovações das promessas batismais. A vigília encerrou-se com a Consagração e o momento da Comunhão.

Fotos – Alan Pinheiro (Articulador paroquial)

Fotos





Paróquia Santo Afonso
Av. Santos Dumont, S/N, Mirassol, Natal-RN afonsinforme@gmail.com
Tel: 84 3615-2855
October 18, 2019, 6:20 am

kflauber@gmail.com